Banner

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

11 de Setembro

"Não haverá queima do livro sagrado"




Bom,não sei se vocês acompanharam esta noticia,mais um Pastor queria queimar 200 exemplares  do Alcorão ,Livro sagrado dos Muçulmanos, por que querem construir uma mesquita perto de onde eram as Torres Gêmeas...e isso aconteceria no dia 11 de setembro de 2010,ou seja amanhã.
Essa noticia causou um alvoroço no mundo inteiro...
Em vários países muçulmanos, as pessoas foram às ruas para manifestar sua ira ao projeto da igreja de  Gainesville,  e muitos queimaram bandeiras dos Estados Unidos.


Neste Protesto teve 1 morto,que levou tiros que vieram de dentro da Base policial,um verdadeiro caos.
Fidel Castro também fez critica sobre a queima do Alcorão e a Expulsão de ciganos da França...
É "um descomunal show midiático, um caos, coisas próprias de um império que afunda", disse Fidel, de 84 anos, em uma mensagem lida após a apresentação da segunda parte de seu livro autobiográfico em Havana.
Mais essa queima foi cancelada pelo próprio pastor,que diz que não irá confecciona-la,mais isso só saberemos amanhã não é?!!


Isso é uma demonstração de intolerância e pré-conceitos religiosos,um pastor que deveria estar pregando a paz,estar incentivando a violência,e será que a construção dessa Mesquita é uma provocação?Fica a pergunta...

7 comentários:

  1. Isso é falta do que fazer,e mta vontade de aparecer na midia!
    Conseguiu xD
    http://suzanaaferreira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. tow te seguindo
    passei aqui pra retribuir q vc ta la seguindo o meu

    abrços

    ah sim...
    sua play list ta show

    ResponderExcluir
  3. Adorei o blog e o post tbm:)

    to seguindo1
    passa lá
    http://blog-adversativo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Incocequente querendo chamar a atenção sem pensar nas vidas que colocou em risco...
    parabéns pelo blog....ganhou mais um ponto pela música do Raulzito..amoamo....

    seguindo, me segue?
    http://comaroca.blogspot.com/
    XOXO

    ResponderExcluir

Reclamão(ões)